Lei do couvert

A+ A- Assine a Newsletter Facebook Twitter

Siga-me no Twitter

Você vai a um restaurante e um garçom simpático oferece um couvert. Você afirma que não quer, mas o mesmo insiste dizendo que é muito gostoso. Educadamente, você aceita e no final ao pagar a conta, percebe que toda aquela gentileza custou-lhe muito caro por pouca coisa.

Para quem freqüenta restaurante, já está acostumado a esta situação e nega o couvert, pois já conhece que a gentileza custa caro. Entretanto, alguns consumidores ainda não sabem desta artimanha, e outros ficam sem graça de dizer não, principalmente quando estão realizando uma refeição com alguém que ainda não tem tanta familiaridade.

Foi aprovado a Lei 14536, a qual obriga o garçom/funcionário, de restaurantes, lanchonetes, bares e seus congêneres, no Estado de São Paulo a informar sobre o valor do couvert. Tal atitude facilitará o conhecimento de preço antes do pagamento do mesmo e principalmente surpresas. Lembre-se que se houver cobrança sem informação do preço, a mesma não poderá ser cobrada. Além disto, o estabelecimento será multado de R$ 384,00 reais a R$ 5,7 milhões de reais pelo PROCON. Exerça seu direito de cidadão, pois alguns donos de estabelecimentos não tem vergonha de lhes tirarem alguns trocados a mais.

0
Como você avalia este conteúdo?
VN:F [1.9.13_1145]
Rating: 5.0/5 (1 votos)
Avaliação deste conteúdo:
Lei do couvert, 5.0 out of 5 based on 1 rating

Os comentários estão fechados.