Leite Líder e Parmalat com formol

A+ A- Assine a Newsletter Facebook Twitter

Inscreva-se no Canal NUTRItodos


O Ministério Público do Rio Grande do Sul afirmou nesta sexta-feira (14) que 299 mil litros de leite adulterado foram enviados para as cidades de Guaratinguetá, em São Paulo, e Lobato, no Paraná e colocados à venda.

A LBR Lácteos do Brasil, responsável pela marca Líder e Parmalat informou que assim que soube do problema retirou os lotes possivelmente com problema. Apesar de afirmar que em suas análises feitas periodicamente não encontrou tal problema.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde o formol é uma substância cancerígena. Em crianças, acredita-se que exposições a substâncias cancerígenas levam ao desenvolvimento do câncer mais precocemente, em função da sua maior suscetibilidade. A ingestão de formol causa imediata e intensa dor na boca e faringe; dores abdominais com náuseas, vômito e possível perda de consciência. Pequenas quantidades de formol adicionadas no leite podem não apresentar sintomas inicialmente, sendo percebidas só a longo prazo. Um dos cânceres associados ao formol é a leucemia.

Fonte : INCA e Ministério Público do Rio Grande do Sul

0
Como você avalia este conteúdo?
VN:F [1.9.13_1145]
Rating: 5.0/5 (1 votos)
Avaliação deste conteúdo:
Leite Líder e Parmalat com formol, 5.0 out of 5 based on 1 rating

2 comentários para “Leite Líder e Parmalat com formol”

  1. valdeli disse:

    Qual o lote contaminado?

  2. alexander disse:

    Olá Valdeli, infelizmente o Ministério Público do Rio Grande do Sul não disponibilizou esta informação! A empresa também comunicou
    que retirou os lotes com problemas. Entendo sua inquietação e ficamos neste momento sem saber o que fazer. Minha sugestão,
    tome cuidado por algum tempo com produtos destas empresas. Caso tenha comprado os produtos comunique a empresa e questione eles
    sobre o que fazer…

Deixe seu comentário